Páginas

sexta-feira, novembro 15, 2013

Direito de Viver

Domingo é sinônimo de lazer ou descanso para muitas famílias, mas para outras é dia de sair de casa para matar a saudade do parente que está se recuperando na Comunidade Direito de Viver, em Santa Isabel - SP. A saudade do abraço e a vontade de rever o ente querido é recíproca, tanto o visitante como o visitado anseiam pelo dia de visita que acontece de 15 em 15 dias.





Na última visita que aconteceu dia 10 de novembro, alguns internos não puderam se alegrar com a presença de seus familiares, porque por algum motivo eles não puderam comparecer. Contudo, continuam firmes e cheios de esperança de uma nova vida, longe das substâncias lícitas e ilícitas que os levaram até ali.


Enquanto parentes e amigos colocavam o papo em dia, quatro "mestres da cozinha" permaneciam no propósito de preparar o almoço. Arroz, feijão, carne, batata e salada foram servidos pontualmente ao meio-dia.


Durante o tempo de visita, um jovem viciado em crack e um senhor viciado em álcool chegaram acompanhados de seus familiares. Naquele momento uma nova fase se iniciava em suas vidas.



Aquele domingo também foi especial para mim. Tive a oportunidade de conhecer várias pessoas e aprender um pouco com a história de cada uma delas. Agradeço ao Luciano, que me convidou para ir até lá, e ao Fom, meu irmão, que me acompanhou e me ajudou a fotografar.

A Comunidade Direito de Viver é um local de esperança, onde jovens e adultos buscam virar o jogo e reiniciar suas vidas em um caminho de perdão e reconciliação.


Um comentário:

  1. É muito bom presenciar a alegria na esperança dessas pessoas.

    ResponderExcluir