Páginas

quarta-feira, outubro 12, 2011

O Outro Lado

Era uma vez um homem que não quis viver na "rabeira" da história de ninguém e desejou conhecer o Outro Lado.

Decidiu se esforçar ao máximo até chegar lá, mas para isso teve que abrir mão de algumas preciosidades.

Resolveu se arriscar por inteiro.

Deu o primeiro passo, caminhou alguns metros, foi criticado por muitos e andou cada vez mais rápido até alcançar uma velocidade considerável.

- Só paro quando tenho sede - afirmava.

Pisou em areias, terras, gramas e cimentos. Se deparou com vendavais e sentiu o chão tremer.

Escutou o que não compreendeu. Enxergou sorrisos e lágrimas.

Conheceu quem dormia com ratos e aprendeu a gostar de mostarda.

O Outro Lado o fascinou!




5 comentários:

  1. Os do outro lado ainda estao te esperando...toda tribo, lingua e nacao...

    ResponderExcluir
  2. Muito foda cara! Na inércia da vida, só fica estagnado, aquele que nunca deu o primeiro passo... Sempre haverão outros lados...


    ADRIANO TAVARES

    ResponderExcluir